Shopping de U$ 65 milhões será inaugurado em setembro no Paraguai

Enviado em 20, Jul, 2016 ás 17:00:00

As obras do shopping Paris, construído próximo à aduana paraguaia, estão a todo vapor. Quem anda pela Avenida Luis María Arganã, em Cidade do Leste, e vê aquela obra imponente, nem imagina o que há dentro daqueles cinco andares. A construção pode ser vista desde a margem brasileira.

Com uma proposta diferenciada, o novo empreendimento será um marco comercial e de entretenimento para a integração da região da tríplice fronteira, com opções de compras, lazer e cultura, tudo em um só lugar. "Ele é diferente de tudo o que temos por aqui. Teremos opções como o Parque de Neve, o Museu 3D, Hard Rock Café, além de muitos eventos, como shows, exposições de livros, de artes, teatro. A sociedade vai encontrar muitas atividades para se fazer aqui dentro", explicou o gerente de marketing e publicidade, Gustavo Amuchastegui.

O Paris será inaugurado na segunda quinzena de setembro com a presença do presidente Horacio Cartes e demais autoridades da fronteira. Com uma estrutura de 80 mil metros quadrados, 450 lojas e um investimento de mais de U$ 65 milhões, o local deve receber em torno de cinco mil pessoas diariamente. "O Hard Rock Café abrirá em novembro, juntamente com as salas de cinema. A Apple Store e o Shopping China já estarão em funcionamento a partir da inauguração", diz Amuchastegui.

O shopping ainda contará com outras marcas de destaque, como Yves Saint Laurent, Diesel, Versace, Bvlgari, Omega, Cartier, Hublot, Tag Heuer, Samsung, Sony, LG, Revlon, Miss Rosé, Moschino, Chicco, Marvel, Café Molinaria (da Scuderia Ferrari), entre outras. 

Além de várias réplicas da Torre Eiffel, por fora do shopping, o empreendimento ganhou na área interna uma ala que lembra uma galeria em Paris. O teto é todo pintado por um lindo céu azul, e as lojas lembram a arquitetura francesa, dando a sensação de passear por alguma das vielas da capital. 

O empreendimento já fomenta a economia local, além de empregar milhares de pessoas. Serão cerca de 2500 empregos diretos e 5000 indiretos. "O turista encontrará neste lugar um shopping onde poderá passear o dia inteiro. Queremos mudar o tempo de estadia do turista na região de quatro, para cinco dias. Isso será muito bom para a economia, Nós vemos um futuro muito promissor,  para a região e Cidade do Leste", enfatiza Gustavo.

VEJA: MAIS NOTÍCIAS

Compartilhar: