Shopping de decoração dribla crise e cresce 13%

Enviado em 29, Ago, 2016 ás 15:00:00

Pioneiro no segmento de arquitetura e decoração em Santa Catarina, o Shopping Casa & Design, de Florianópolis, completou 15 anos este mês com motivos para comemorar. O empresário Celso Furtado de Mendonça informa que o empreendimento conseguiu crescer 13% em 12 meses até junho, período do programa de fidelidade, apesar da crise. 

Carioca radicado em Florianópolis, Mendonça entrou no mundo dos negócios a partir de uma confecção nos anos 90. Mas como a concorrência ficou difícil, decidiu trabalhar no setor imobiliário, com terrenos. O gosto pela terra veio da infância, quando visitava a fazenda dos avós no Rio Grande do Sul. Daí surgiu a Furtado de Mendonça Empreendimentos que, além de terrenos, atua com a construção e tem entre os projetos o Tecno Tower, no Parque Tecnológico Alfa, também na Capital.  

Como o Casa & Design chega aos 15 anos?

Foi um longo caminho percorrido. No final dos anos 90, eu olhava esta região (da SC-401) como promissora, achando que a expansão da cidade viria por este lado em função da proximidade do Centro, facilidade do acesso, a rodovia estava sendo duplicada. Quando começamos a construir aqui, eu não tinha focado no setor de decoração. Mas durante a construção percebi que tinha uma demanda porque a maioria das lojas estava no bairro Estreito ou na BR-101. Somos únicos de SC com esse perfil. O Casa Shopping, do Rio, nos inspirou. Porto alegre e Curitiba também têm centros comerciais com esse perfil. Quando o shopping abriu, no primeiro ano teve muito movimento. Depois, o mercado se acomodou. De 2001, quando inauguramos, pra cá, passamos por três grandes crises: em 2002, 2008 e agora, do ano passado até agora. E tivemos anos espetaculares, de 2011 até 2014. 

Qual é o foco hoje?

Temos 32 unidades locadas e 19 lojas porque várias alugam duas unidades. Contamos com marcas fortes desde a fundação, como a Larco, a Masotti e a Sleeper, além de outras como McDesign, Infinita Surfaces, Natuzzi. O foco hoje é trazer produtos que ainda não temos dentro do shopping. Abrimos também espaço para gastronomia. Recebemos o restaurante Miyoshi e o Benedito Ristobaretto, que faz também eventos. 

Quanto o Casa & Design cresceu ano passado e qual é a perspectiva para este ano?

Na média, a gente conseguiu crescer 13% no período do nosso programa de fidelização que inclui 12 meses encerrados em junho. O primeiro semestre deste ano foi ruim, mas conseguimos compensar com o final do ano passado. Várias lojas fizeram promoção e venderam mais. Pode ser que tenhamos dificuldades no próximo período, mas estou ficando esperançoso porque estou sentindo uma retomada dos negócios. Percebemos isso no shopping e também na nossa construtora, a Furtado de Mendonça, que passou a receber mais pedidos de orçamentos para a compra de imóveis este mês. O astral mudou.

O que vocês planejam para o futuro do shopping?

Temos um plano para ampliação, mas vamos executar daqui a alguns anos porque a oferta de imóveis é grande no momento.

SAIBA MAIS: PONTOS COMERCIAIS EM SHOPPINGS - SANTA CATARINA

Compartilhar: